A VERDADE É NEGATIVA ? DESDE QUANDO?

Eu tenho ouvido que muitos artigos neste site são explícitos demais e que nós deveríamos deixar as pessoas saberem o que está acontecendo de um modo mais lento, mais “suave”. 
Esse é um ponto de vista e as pessoas têm todo direito de expressá-lo. 
Mas, do meu ponto de vista, isso é muita auto-indulgência.
Eu ouço as pessoas falarem sobre enfrentar os seus medos, recuperar o seu poder, e fazer a diferença, mas quando a oportunidade vem, eles querem fugir, mentalmente, emocionalmente, e até mesmo fisicamente.
O ponto é que nós não temos tempo ilimitado para expor o que está acontecendo e, a cada dia que passa, mais e mais crianças estão sofrendo. 
Eu não queria ter que dizer a elas que nós temos que ir mais lentamente e suavemente porque nós não queremos transtornar as pessoas. Está na hora, não apenas de acordar, mas de crescer.
Recuperar nosso poder significa assumir a responsabilidade pelo o que está acontecendo, expor, enfrentar, e então mudar tudo isto.
Eu também ouço dizer que se nós criamos nossa própria realidade, então não podemos culpar ninguém pelo o que está acontecendo. 
Isto, para mim, é maciçamente simplista.
Cada pensamento está mudando e afetando os acontecimentos. 
Assim, não importa o que aconteça, todos são responsáveis por isso. 
Aqueles que escolhem levar a cabo uma ação fisicamente, aqueles que preparam estes acontecimentos, e aqueles, a vasta maioria, que permanecem estáticos e permitem que isto aconteça sem se questionar ou buscar respostas.
O que nós deveríamos fazer? Dizer que essas crianças estão criando a sua própria realidade e assim deixá-las da mesma forma? O que isso diz sobre nossa realidade?
Este website e meus livros estão expondo esses que estão fisicamente envolvidos nestes horrores e as redes pelas quais eles operam. 
Mas também está desafiando o resto de nós a assumir a responsabilidade, porque isso só pode acontecer se nós permitirmos, se fecharmos nossas mentes ou nossos olhos.
Ou dizendo: “o que eu posso fazer?” como uma desculpa para nos convencer de que não há nada que nós podemos fazer, aliviando, então, nossa consciência quando nós não fazemos nada.
Uma coisa é FALAR sobre espiritualidade e responsabilidade e outra coisa é VIVÊ-LAS. 
Os dois não são a mesma coisa mas são confundidos constantemente.
Com amor, 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s